Ramadã: o mês sagrado para os muçulmanos

02.04.2023

O que é o ramadã?

O Ramadã é o período mais sagrado para as pessoas que praticam o Islã. É um mês de orações, reflexões, da realização do jejum do amanhecer ao anoitecer e também de celebrações.

Quando ele é celebrado?

O calendário islâmico é baseado no ciclo lunar. O Ramadã acontece no 9º mês deste calendário, quando acontece uma combinação da lua nova e de cálculos astronômicos. Ao longo deste período, acontecem algumas celebrações, como a “Laylat al-Qadr” (“noite do destino”) e o feriado de 3 dias após o ramadã, chamado de Eid Al-Fitr (“celebração do fim do jejum”), no qual as pessoas costumam trocar presentes e realizar refeições mais elaboradas.

Algumas práticas do período

As práticas solicitadas durante o período são vistas como uma maneira de purificação física e espiritual. Para isso, deve-se abster-se de hábitos que podem ser considerados controversos em alguns contextos, como fumar, fazer sexo, fofocar, discutir e ingerir cafeína. Fazer doações para instituições de caridade ou para pessoas em vulnerabilidade também é um costume.

O jejum: Muçulmanos praticantes se abstém de comer e beber do amanhecer ao anoitecer durante todo o mês. O jejum serviria principalmente para aproximar os fiéis de Deus e lembrá-los da vivência dos menos afortunados. Para isso, as pessoas que jejuam acordam antes do amanhecer para fazer a única refeição até o anoitecer – chamada de “suhoor”. À noite, o jejum costuma ser quebrado tradicionalmente com água e/ou tâmaras. Depois das orações, a refeição chamada de “iftar”, que funciona também como um evento social, é compartilhada com familiares e amigos. Crianças, idosos, pessoas adoecidas, gestantes, amamentando ou menstruadas, e viajantes podem ser isentos do jejum.

Cultura: Durante este período muitas novelas, séries e programas são lançados e costumam ser bastante acompanhados pelo público. É um mês especial para novidades nas produções culturais, sendo bem concorrido e época de produções mais elaboradas, como, por exemplo, as novelas árabes (musalsalats).

Ritmo de vida: Em países com uma grande população que segue o Islã, durante o ramadã a vida toma ritmos diferentes. O período noturno ganha mais vida em detrimento do dia, já que as pessoas costumam ficar acordadas até mais tarde nos desjejuns e celebrações e acabam também acordando mais tarde. Muitas lojas modificam seus horários de funcionamento ficando abertas até tarde da noite e os afazeres diários entram em um ritmo mais devagar.

 

Gostou do conteúdo? Nos acompanhe nas redes sociais e compartilhe sobre a Abraço Cultural!

 



Picture of Roberta de Sousa

Roberta de Sousa

Diretora de comunicação e cultura na Abraço Cultural

Conteúdo relacionado