Como utilizar a repetição espaçada na aprendizagem de idiomas?

04.07.2024

Moça estudando em laptop

Na Abraço Cultural, usamos a metodologia comunicativa no ensino-aprendizagem de idiomas. Essa metodologia enfatiza a comunicação real como meio principal para aprender uma língua, priorizando interações autênticas e contextuais. Neste texto, destacamos uma técnica comprovada que, aliada à metodologia comunicativa, pode tornar a experiência de aprendizagem de um idioma mais eficiente e eficaz: a repetição espaçada.

Esta técnica de aprendizagem envolve revisar o material de estudo em intervalos crescentes ao longo do tempo. Ou seja, em vez de tentar memorizar tudo de uma vez, a repetição espaçada distribui as sessões de revisão, o que ajuda a fortalecer a memória de longo prazo.

O método é baseado no princípio psicológico conhecido como “curva do esquecimento”, que mostra que revisitar informações em intervalos específicos pode melhorar a retenção de vocabulário.

Conectar o que foi visto em sala de aula, por meio de uma abordagem comunicativa, com a prática de repetição espaçada pode potencializar o aprendizado de um novo idioma, como o inglês, por exemplo, ou qualquer outra língua. 

Veja alguns exemplos de como a repetição espaçada pode ser aliada da abordagem comunicativa:

1. Consolidação do vocabulário

A repetição espaçada pode ser usada para reforçar e consolidar o vocabulário aprendido através de atividades comunicativas. Após aprender novas palavras em contextos comunicativos, a repetição espaçada pode ser aplicada para reforçar esses termos ao longo do tempo, permitindo que as novas palavras saíam da memória de trabalho e passem a fazer parte da memória de longo prazo (aquela que é representada pela consolidação e retenção do conhecimento).

2. Automatização de padrões linguísticos

A prática comunicativa ajuda na automação de padrões linguísticos e na aplicação de gramática em situações reais de comunicação. A repetição espaçada pode garantir que esses padrões e estruturas gramaticais sejam revisados regularmente para evitar esquecimentos. Assim, quando você é exposto a situações reais de comunicação que se assemelham àquelas trabalhadas, você tem um repertório que pode ser convocado para se comunicar.

3. Revisão personalizada

A repetição espaçada permite uma revisão personalizada, focando nas áreas em que o aprendiz tem mais dificuldade. Isso pode ser integrado à metodologia comunicativa, adaptando a revisão com base nas interações e no progresso observado nas situações de comunicação.

4. Manutenção do conhecimento

Tanto a abordagem comunicativa quanto a técnica da repetição espaçada trabalham juntas para ajudar na manutenção do conhecimento ao longo do tempo. Enquanto a metodologia comunicativa desenvolve habilidades ativas de comunicação, a repetição espaçada fortalece a retenção a longo prazo através de revisões estratégicas.

Agora que você já conhece um pouco da relação entre a abordagem comunicativa e a técnica da repetição espaçada, apresentamos abaixo estratégias para usar esta técnica no seu dia a dia.

Saiba como fazer a repetição espaçada no seu dia a dia

Homem escrevendo em lousa

1. Use aplicativos e ferramentas

Existem diversos aplicativos e ferramentas de aprendizagem de idiomas que incorporam a repetição espaçada, como o Memrise, Beelinguapp e 50 Languages . Esses aplicativos programam revisões automáticas com base no seu progresso e nas suas necessidades individuais.

2. Crie um cronograma de estudo

Se preferir métodos mais tradicionais, crie um cronograma de estudo que inclua revisões regulares. Comece revisando o material novo após um dia, depois, após três dias, uma semana, duas semanas e assim por diante.

3. Cartões de memória

Utilize cartões de memória (flashcards) para o vocabulário e conceitos gramaticais, que são parecidos com jogos de memórias, com o termo escrito e imagens de situações e objetos. Revise os cartões em intervalos crescentes para garantir que as palavras e frases fiquem gravadas na memória.

4. Revisões ativas

Ao revisar, tente usar o material de forma ativa. Faça frases com novas palavras, pratique a conversação com um parceiro ou escreva pequenos textos usando as novas estruturas gramaticais.

Dicas adicionais para maximizar seu aprendizado com a repetição espaçada

  • Variedade é importante: alterne entre diferentes tipos de atividades de revisão, como leitura, escrita, audição e fala. Isso ajuda a reforçar o aprendizado de várias maneiras.
  • Seja consistente: a consistência é crucial para o sucesso da repetição espaçada. Tente incorporar a técnica em sua rotina diária de estudos.
  • Acompanhe seu progresso: use um diário, agenda ou um aplicativo para acompanhar seu progresso e identificar áreas ou conteúdos que precisam de mais atenção.

Confira os benefícios da repetição espaçada para aprender um novo idioma

Melhora a memória de longo prazo: ao revisar o vocabulário e as regras gramaticais em intervalos espaçados, você reforça essas informações em sua memória de longo prazo, tornando-as mais fáceis de lembrar quando necessário.

Aprender um idioma de maneira assertiva: esta técnica permite que você se concentre nas áreas que precisam de mais atenção, economizando tempo e esforço ao evitar revisões desnecessárias.

Reduz o esquecimento: ao revisar o material para aprender um novo idioma antes que ele seja completamente esquecido, você interrompe a curva do esquecimento e mantém as informações frescas em sua mente.

Motivação sustentada: ver progressos consistentes pode aumentar sua motivação e confiança na aprendizagem do idioma.

Na Abraço Cultural, acreditamos que todos têm o potencial de conseguir se comunicar de maneira independente em um novo idioma. Experimente a repetição espaçada e veja como ela pode transformar sua rotina de aprendizagem. Aqui, você pode conferir mais sobre educação e dicas pedagógicas para aprender novos idiomas. Bons estudos!


Gostou do conteúdo? Confira nosso blog e siga a Abraço Cultural nas redes sociais!

Picture of Roberta de Sousa

Roberta de Sousa

Diretora de comunicação e cultura na Abraço Cultural

Conteúdo relacionado